segunda-feira, 27 de junho de 2011

O Ephod

por Frater Magister

O historiador romano conhecido como Josephus descreveu um artefato conhecido como o Ephod, que era feito de cristais e ouro e seu único propósito era contatar espíritos. O Ephod era uma placa de metal com uma matriz de cristais interconectada com fios de ouro e cada cristal está posto em um conector de ouro exatamente como uma placa de circuitos eletrônicos de hoje em dia.

Josephus descreveu este artefato eletromagnético como uma tecnologia bem elaborada. O sacerdote hebreu levítico, usava o Ephod para obter respostas dos espíritos que eram traduizidas numa linguagem cifrada. As cores dos cristais brilhavam de acordo com a energia ectoplasmática infundida no interior dos cristais do Ephod pelos espíritos. O Ephod era preso no ombro com uma grande pedra de ônix.

Os nomes dos doze signos do zodíaco estavam gravados nessas pedras. Esses botões de onix montados nos ombros foram usados para respostas simples, como sim ou não,tal como, um tabuleiro Ouija, quando o onixo do lado direito estava iluminado representava a resposta afirmativa do espírito e do contrário, a negativa. Josephus escreveu que a elite política do mundo hebreu consultava os espíritos pelo Ephod, antes de qualquer grande decisão.

O Ephod foi conhecido na antida Grécia como coração do Oráculo; o Ephod era uma forma de tecnologia oculta, baseada em cristais usados em rituais mágickos em todo o mundo, sendo altamente apreciados pela elite.

As doze jóias do coração são como dissemos, as doze constelações do zodíaco, com seu espírito governante, estes doze espíritos govenantes são mencionados no Zohar, que é composto por diversos textos antigos, que também originaram o ideograma da Cabala.

O número 12 se refere a um panteão de espíritos planetários e são representados na bíblia, como os doze apóstolos, os doze patriarcas, as doze tribos de Israel. Rabinos do sacerdócio levítico construíram templos para rituais usando o Ephod, tais como, Tabernáculos ou sinagogas.




No reverso da placa do Ephod tem dois dispositivos em forma de cubo, conhecidos como Urim e Thumim, que se parecem com dados e vibram em harmonia com a energia etérica recebida. Urim e Thumim eram feitos de pedras magnetizadas,e  as vibrações que eles emitem eram usadas para tornar mais claras as informações recebidas dos espíritos. As palavram Urim e Thumim significam Luzes e Verdade Precisa.


Os papas em seus ornamentos sempre usaram a efígie de um Ephod. Essa tecnologia é usada portanto, hoje em dia, por exemplo, a coroa da realeza de diversos países possuem exatamente os mesmos cristais, na mesma sequência do Ephod.