domingo, 17 de março de 2013

Que se rompam os véus de Isis!

Aceitação
 Que se rompam os véus de Isis!

  Já se tornou tradição ouvir a palavra “aceitação” como referência para o caminho da felicidade. Tal palavra muito pronunciada por religiosos, terapeutas e falsos profetas sempre nos induzem ao conformismo: - aceitar as nossas imperfeições, a pobreza, a dificuldade que as circunstancias da vida nos impõem. Isso é péssimo! Nós não devemos nos conformar, prec...isamos compreender e vencer tais empecilhos que atravancam a nossa evolução e realização pessoal.
Se é para aceitar alguma coisa eu sugiro que partamos dos seguintes princípios:
• Somos seres Divinos por Natureza e possuímos poderes latentes dentro de nós, basta simplesmente ativá-los e desenvolvê-los para podermos usá-los.
• Usamos apenas dez por cento do nosso potencial cerebral, contudo, o homem já realizou maravilhas com esta parte ínfima de seu potencial total, podemos concluir portanto que se trabalharmos à nossa mente poderemos ultrapassar limites jamais imaginados pelo homem.
• Se utilizamos somente uma parte do nosso potencial cerebral quer dizer que também percebemos somente uma porcentagem do que existe em nosso Universo, portanto não acreditar no que não vemos é uma tolice. Mesmo porque nossa visão física é demasiado limitada, enxergamos detalhadamente somente aquilo que nos rodeia, e ao direcionarmos nosso olhar para o horizonte, percebemos uma tênue linha que separa o céu da terra e sequer sabemos o que tem por trás das montanhas ou o que há no caminho que nos leva até lá.
• Estamos interligados à tudo o que existe como células de um grande organismo. Portanto nossos pensamentos e sentimentos se comunicam e influenciam tudo à nossa volta. E isto se estende há vários planos de existência!
• Não estamos sós, o Universo não foi criado a esmo ou por acidente. Existe um plano para cada um de nós e uma verdade maior por detrás de tudo o que vemos. Embora nossa consciência temporal muitas vezes não tem conhecimento deste plano, nosso Eu Superior que habita dentro de nós mesmos conhece este plano e o nosso trabalho é ajudá-lo a concretizar esta missão para a qual foi designado antes de nascermos.
• O nosso Eu Superior é uma faísca de Deus dentro de nós que nos guia em todos os momentos de nossa vida, podemos expandir esta chispa e deixar que ela tome conta de todo nosso ser.
• Existe uma hierarquia no Universo e seres que habitam diversos planos de existência. Estamos aptos a nos comunicar com todos estes seres, bem como com as forças da Natureza, animais e plantas. Para sermos felizes na vida e plenamente realizados precisamos estar em harmonia com o Universo e respeitar todas as formas de vida e todos os seres, deste e de outros planos, bem como o Planeta em que vivemos que é o Reino da nossa Grande Mãe!
• Ao estudarmos a mitologia entendemos que somos feitos de acordo com a vontade dos Deuses e em sua própria imagem e semelhança, porém ao estudarmos a mitologia Suméria, que é a Mãe de todas as mitologias compreendemos que por ocasião da fundação da Terra e criação da raça humana, todos os Deuses de todos os planetas presentearam nosso planeta com o que haviam de melhor. E, que nosso corpo foi feito à partir do corpo e do sangue de um Deus. É por isso que a astrologia nos influencia tanto, é por isso que os metais reagem na hora exata de cada planeta e é por isso que devemos ter consciência que somos uma raça de semideuses em pleno desenvolvimento e que um dia seremos Deuses também, então partiremos para governar e criar outros mundos. É por isso que o Universo está em expansão!
Tendo em mente tudo isso devemos aceitar que não estávamos fazendo o nosso melhor porque não tínhamos consciência da importância de cada um de nós, portanto à partir de agora aceitaremos as seguintes condições:
• Dar sempre o melhor de si em tudo o que fizer!
• Não reclamaremos de problemas de pouca importância.
• Vislumbraremos a Grande Obra da Criação e agradeceremos a cada dia pela vida e pelas pequenas vitórias, pois somente assim estaremos preparados para as grandes conquistas.
• Teremos em mente que as grandes vitórias pertencem aos grandes guerreiros, portanto antes de desejar aquilo que não temos, primeiro devemos nos preparar para merecê-lo.
• Entenderemos que somos todos parte de um só organismo, portanto qualquer ação destrutiva a outro ser humano, animal, vegetal ou espiritual, consequentemente trará resultados desastrosos pra si próprio e tudo ao seu redor. Por isso buscaremos por todas as forças estar em plena harmonia com tudo o que existe!
• Compreenderemos que cada pessoa tem o seu papel e a sua função, portanto a inveja e o desejo de ser ou ter o que não lhe pertence é pura ignorância. O que não significa de forma alguma que cada pessoa não possa ter suas próprias vitórias e conquistas, pelo contrário, ao deixar de se preocupar com as coisas alheias mais perto se aproxima de seu próprio sucesso.
• Aceitaremos que o Universo é pleno, repleto de possibilidades que jamais imaginaremos e que toda limitação é ilusão de nossa própria mente. O impossível não existe e tudo o que se pode imaginar, pode-se criar e acontecer. Portanto à partir de hoje ACEITAREMOS que todos os nossos sonhos e projetos são passíveis de realização e depende somente de nós e do Universo e o único empecilho para a nossa felicidade são limites que nós mesmos nos impomos porque esquecemos da nossa condição Divina e de parte do Universo. O Universo só responde às suas atitudes e pensamentos, portanto se você não está indo bem, que tal parar e se entregar ao ritmo Universal? Assim você entra nesta dança cósmica e à partir daí vai aprender a vibrar na mesma sintonia e todos os caminhos se abrirão e a felicidade sorrirá para você!
• Aceitaremos a existência de planos invisíveis e entenderemos que todos estes planos estão em sintonia e que todos juntos trabalham para manter o equilíbrio do Universo, por isso, o contato com estes planos pode ser muito valioso, trazer muito aprendizado e conhecimento, além de expandir a nossa visão de Universo de forma imensurável.
• Aceitaremos o sucesso, a felicidade, a saúde, a riqueza, e tudo que de bom existe como realizações naturais do ser humano e que por direito lhe pertencem sem culpas ou remorsos.
E por fim aceitaremos a culpa todos os erros e ordalias de nossas vidas, sem tentar justificá-los ou colocar a culpa em outrem, afinal as pessoas só entram em nossas vidas quando deixamos, portanto se alguém fez alguma coisa contra você, ou por você de forma errada, ainda assim a culpa foi sua que permitiu. Então, à partir de agora assuma a responsabilidade de sua própria vida e faça você mesmo aquilo que deve fazer! 


 Fiat Lux!
Escrito na Sede da E.I.E. Caminhos da Tradição em:
An iv20 Sol 27° Pisces, Luna 13° Gemini Dies Lunæ
segunda-feira, 18 de março de 2013 e.v. 02:32